Diferenças entre Leite A1 e A2

Leite A1 e A2 – Você sabe a diferença?


A diferença entre os leites A1 e A2 é mínima, mas que apresentam consequências a longo prazo. A beta-caseína, principal proteína do leite, é formada por um conjunto de aminoácidos. No leite conhecido como A1, o aminoácido que ocupa a 67° posição é a histidina, enquanto no A2 é a prolina. As enzimas digestivas processam a proteína do leite A1 e do A2 de formas diferentes.

No caso do leite tipo A1, o processamento da proteína forma um composto chamado beta-casomorfina-7 (BCM-7), um peptídeo bioativo com atividade opioide. As substâncias opioides são geralmente encontradas no trato gastrointestinal e sistema nervoso central e, alguns estudos epidemiológicos, indicam que o consumo do leite tipo A1 pode aumentar o risco de desenvolvimento de doenças vasculares e neurológicas, diabetes tipo 1 e alergia à proteína do leite. No caso do leite tipo A2, não há formação da BCM-7, reduzindo os riscos de problemas adversos à saúde.


Como é produzido os tipos de leite?

Inicialmente, a genética das vacas permitia a formação apenas da beta-caseína A2. Há milhares de anos, especificamente na Europa, houve uma mutação no DNA dos animais, fazendo surgir uma nova formação de gene, conhecida hoje como A1. Com isso, as vacas leiteiras começaram a produzir leites com combinação A1 e A2. Pela mutação ter ocorrido na Europa, as raças europeias apresentam tendência maior para o aparecimento do A1 na constituição genética, o que não ocorre nas raças zebuínas, por exemplo, devido a distância evolutiva.


Tolerância a lactose ou a beta-caseína A1?

O leite tipo A1 pode causar intolerância ao leite, pois aumenta o tempo de trânsito dos alimentos, o número de marcados inflamatórios e, consequentemente, a dor abdominal. Sendo assim, pessoas que apresentam dor abdominal e inchaço mesmo ingerindo leite sem lactose, pode, na verdade, ser intolerante a beta-caseína A1.


Quais os benefícios do leite A2?

- Ajuda a reduzir efeitos inflamatórios

- Não predispõe doenças

- Oligossacarídeos que atuam como probióticos

- Nutrientes biodisponíveis que alimentam o corpo

- Indicado para pessoas intolerantes à lactose


1,189 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo